Publicado em

Parar de fumar: aromaterapia no combate aos sintomas da falta de nicotina

No início deste ano, muitos de nós estão adotando novas resoluções, incluindo o fim de maus hábitos que prejudicam nossa saúde. Entre eles, a vontade de parar de fumar geralmente surge, e por boas razões! É um hábito que é muito prejudicial para a saúde e difícil de quebrar, porque a falta de nicotina pode causar sintomas incômodos. Descubra como a aromaterapia pode ajudar a combater os sintomas da deficiência de nicotina.

Quais os sintomas depois do último cigarro?

Como qualquer droga, a nicotina é viciante e sua interrupção é acompanhada por vários sintomas que representam a cessação do tabagismo. Entre eles, é claro, podemos citar o desejo irreprimível de acender um cigarro: o corpo exige sua dose de nicotina! Um desejo que desaparece com o tempo, mas que pode ser difícil de controlar nos primeiros dias ou até nas primeiras semanas.

Outros sintomas, que variam de pessoa para pessoa, também podem aparecer: ganho de peso, irritabilidade, depressão, distúrbios do sono, fadiga, tosse, aumento do apetite e gosto por alimentos açucarados . Felizmente, os óleos essenciais podem ajudá-lo a lidar com os sintomas da cessação do tabagismo.

Contra o desejo de fumar

Um estudo publicado em 1994 pelo Laboratório de Pesquisa em Nicotina da Universidade Duke, nos Estados Unidos, mostrou que a inalação pela boca de óleo essencial de pimenta preta reduz o desejo de fumar imitando as sensações experimentadas quando inala o tabaco.

Contra a depressão

Parar de fumar pode causar estresse, ansiedade, irritabilidade e depressão. Quando esses sintomas muito incômodos ocorrem, é importante não desistir, porque fumar só lhe dará uma sensação muito fugaz de bem-estar. Assim que você voltar a fumar, você se sentirá culpado por ter arruinado seus esforços para parar. O uso da aromaterapia pode ajudá-lo a relaxar e descontrair a longo prazo, porque você pode usá-lo sempre que sentir necessidade. O óleo essencial de mandarina alivia o estresse e a ansiedade, o óleo essencial de lavanda combate a irritabilidade, o estresse e a ansiedade e o óleo essencial de petitgrain ajuda melhorar o moral.

Contra a insônia

Às vezes, parar de fumar leva a distúrbios do sono. O óleo essencial de lavanda podem ajudá-lo a adormecer graças às suas propriedades calmantes e relaxantes. O óleo essencial de camomila romana permitirá que você encontre um sono reparador.

Contra desejos de comida

A cessação do tabagismo é frequentemente acompanhada de ganho de peso, pois o tabaco suprime a fome e faz com que os alimentos percam o sabor. O mais importante é que ao parar de fumar, encontramos nosso apetite e o prazer de comer. Você também pode compensar os cigarros com alimentos e principalmente com pequenos prazeres doces. Para reduzir esses desejos, você pode usar o óleo essencial de mandarina ou o óleo essencial de grapefruit, que têm um efeito inibidor de apetite interessante.

Contra fadiga

Como a nicotina é uma droga estimulante, infelizmente, as pessoas que param de fumar geralmente experimentam fadiga durante a fase de cessação do tabagismo. Revigorante e estimulante, são os óleos essenciais de hortelã-pimenta e espruce negro que o ajudarão a recuperar a energia.

Contra constipação

Quando você para de fumar, podem surgir problemas de constipação porque a nicotina estimula a evacuação. A aromaterapia pode aliviar esse problema com o óleo essencial de mandarina tem a reputação de estimular o intestino e o óleo essencial de hortelã-pimenta, que atua positivamente na digestão.

Texto extraído da matéria publicada no site Passeport Santé.

Tradução e adaptação: Claudia Macedo – Aromaterapeuta.