Publicado em

Óleos essenciais para facilitar a digestão

oleos-essenciais-para-facilitar-a-digestao

Os óleos essenciais voláteis e perfumados têm muitos benefícios à saúde. Mas, entre a grande variedade de óleos essenciais, às vezes é difícil encontrar o que melhor se adapta às suas necessidades. Hoje, oferecemos a você a descoberta de 5 óleos essenciais que permitem digerir bem!

Óleo essencial de limão previne distúrbios digestivos

oleo-essencial-de-limao-previne-disturbios-digestivos

O óleo essencial de limão (Citrus limon), cujo cheiro muito agradável é revigorante, é um poderoso antibacteriano que permite, entre outros, desinfetar e curar a pele e tonificar o corpo.

O óleo essencial de limão é um depurativo que atua no sangue, rins, fígado, vesícula biliar e pâncreas, estimulando sua ação. Ativa os glóbulos brancos que fortalecem o sistema imunológico contra ataques patogênicos internos e/ou externos do corpo, neste caso aqueles relacionados à dieta que podem causar distúrbios digestivos. O óleo essencial de limão facilita a evacuação da bílis em direção ao intestino, assim as gorduras são digeridas mais facilmente. Também reduz ou elimina gases intestinais.

Como usar o óleo essencial de limão para ajudar na digestão?

Geralmente, recomenda-se diluir 1 gota de óleo essencial de limão em um pouco de óleo de cozinha (azeite, óleo de amendoim, etc …). Pode ser misturado com certos pratos, como saladas, e consumido regularmente durante as refeições.

Óleo essencial de tangerina estimula o sistema digestivo

oleo-essencial-de-tangerina-estimula-o-sistema-digestivo

A mandarina (ou tangerina) é uma das frutas cítricas mais doces: doce e doce, regala o paladar. O óleo essencial de mandarina (Citrus reticulata) tem um delicioso aroma frutado. É usado em caso de estresse, nervosismo e distúrbios do sono, como insônia.

Este óleo essencial estimula o sistema digestivo e promove o trânsito intestinal. Ajuda o corpo a expulsar gases intestinais. É um tônico digestivo, dinâmico, colerético (= promove a produção de bile que ajuda a digestão de gordura) e antiespasmódico.

Além disso, problemas digestivos como dor de estômago ou prisão de ventre podem ser psicológicos, como ansiedade. O óleo essencial de tangerina age sobre esses problemas enquanto acalma todo o sistema nervoso.

Como usar o óleo essencial de tangerina para ajudar na digestão?

Geralmente, é aconselhável diluir 1 gota de óleo essencial de tangerina em um pouco de óleo. Quando a digestão se tornar difícil, misture uma gota de óleo essencial de tangerina com uma pequena quantidade de azeite.

Óleo essencial de cominho promove a digestão

oleo-essencial-de-cominho-promove-a-digestao

O cominho tem origem no Egito. Foi então cultivada na Ásia. O óleo essencial de cominho (Cumimum cyminum) ajuda a estimular o apetite e facilitar a digestão. Geralmente é benéfico para o estômago.

O óleo essencial de cominho promove secreções gástricas que protegem o revestimento do estômago contra ataques de ácido e queimaduras. Também atua no peristaltismo intestinal que promove a evacuação e evita a constipação. O óleo essencial de cominho é um digestivo notável.

Como consumir o óleo essencial de cominho?

Para facilitar a digestão, aqui está um pequeno truque para colocar em prática após as refeições saudáveis: faça uma mistura homogênea de óleos essenciais de noz-moscada, manjerona, alecrim, coentro, cominho, manjericão e cominho. Emulsione 20 gotas dessa mistura em sua barriga, fazendo gestos circulares.

Óleo essencial de bergamota ajuda o sistema digestivo

oleo-essencial-de-bergamota-ajuda-o-sistema-digestivo

A árvore de bergamota tem sua origem no sul da Itália. Antes de a pele das frutas amadurecer, é usada para fazer esse óleo essencial de bergamota (Bergamota Citrus) com aromas intoxicantes.

Este óleo essencial é eficaz contra o desconforto da pele, como acne, psoríase ou pele seca. Algumas pessoas também o usam além de seu desodorizante para limitar os odores relacionados à transpiração.

O óleo essencial de bergamota tem um efeito positivo no sistema imunológico, fortalecendo-o. Por fim, facilita a digestão e também reduz espasmos relacionados ao funcionamento do sistema digestivo. É indicado em casos de cólicas e infecções no intestino.

Como usar o óleo essencial de bergamota?

Misture 1 gota de óleo essencial de bergamota com uma colher de chá de mel ou em um copo de água morna. Você pode usar essa mistura 2 a 3 vezes ao dia.

O óleo essencial de hortelã-pimenta, essencial para uma boa digestão

oleo-essencial-de-hortela-pimenta-boa-digestao

A hortelã é uma planta amplamente consumida em todo o mundo, em suas diversas formas. O mentol, do qual é amplamente composto, é um dos ingredientes ativos naturais mais poderosos. O aroma de hortelã-pimenta, que faz parte da família das menta, tem caráter, é facilmente reconhecível e marca sua identidade.

O óleo essencial de hortelã-pimenta é usado em caso de problemas de pele: acne, coceira, irritação, por exemplo. É um dos óleos essenciais mais eficazes para facilitar a digestão, agindo sobre a dor de estômago ou náusea. O óleo essencial de hortelã-pimenta promove a produção de bílis e dá tom ao fígado, que desempenha um papel fundamental no sistema digestivo. Também é muito eficaz contra o inchaço.

Como usar o óleo essencial de hortelã-pimenta?

Para digerir melhor suas refeições, especialmente quando estão saudáveis, para superar sua náusea ou vômito, se você tiver enjoo ou se não puder apoiar uma comida, misture 25 cl de água com uma pitada de mel e 1 gota de óleo essencial de hortelã-pimenta (não tome mais de uma gota porque seu ingrediente ativo é poderoso).

Importante: É necessário ter uma opinião profissional para definir a frequência, a duração, a dosagem e a indicação do uso deste óleo essencial. O óleo essencial não é utilizado puro. Também deve ser conhecido que ele pode ser usado localmente, mas se aplicado por via oral ou local, algumas pessoas podem observar reações alérgicas. Alguns óleos essenciais são contra-indicados em mulheres grávidas e crianças.

Texto extraído da matéria publicada no site Passeport Santé.

Tradução e adaptação: Claudia Macedo – Aromaterapeuta.


Fontes

  1. Le grand livre d’aromathérapie, n.grosjean, éd.eyrolles.
  2. Le guide des huiles essentielles pour votre santé et votre bien être.
  3. Huiles essentielles chémotypées, nouvelle édition, a.zhiri, d.baudoux, m.l.breda.
  4. Huiles essentielles, mode d’emploi, n.purchon.